Tags: eventos

Por que participar de comunidades pode mudar sua vida

Você já parou pra pensar nas comunidades que existem ao seu redor?

Se acomodar é muito fácil, você já percebeu, né? A nossa rotina não favorece – trabalho, faculdade, família – sempre as mesmas pessoas ao nosso redor. Falando da visão de produtora de conteúdo: isso é um saco. Muitas vezes é essa rotina acomodada que trás o famoso bloqueio criativo (um dos piores temores na vida de qualquer um que dependa de criatividade). Mas ouso arriscar que isso não é um problema só para minha área de atuação.

Entender as comunidades é muito fácil, a gente não precisa nem de grandes conceitos. Basta um grupo de pessoas unidas em algum espaço (físico ou virtual), dispostas a discutir sobre um ou vários interesses em comum.

Eu sou participante ativa de comunidades aqui na minha cidade, inclusive eu sou organizadora de uma (alô Women Techmakes João Pessoa), mas foi no 1º Meetup do Creators Paraíba que essa luzinha acendeu dentro de mim, e ela me disse que eu precisava falar sobre isso.

Comunidades - MidiaDrops - 1º Meetup Creators Paraíba

(imagem do 1º Meetup Creators Paraíba por Tot Coworking)

Já estou há um ano participando desse mundo. Fui a diversos encontros, sobre vários assuntos e já perdi as contas de quantas postagens fiz nos grupos das comunidades que eu escolhi participar. Mostrar que você pode ter a opção de fazer parte de um grupo desses é um dos aspectos mais relevantes dessa postagem. Pra estar em uma comunidade, na maioria das vezes você só precisa ter vontade, e pouca gente parece saber disso.

Espero que ao final desse texto vocês se sintam (ao menos) inspirados a conhecer esse universo, mas vamos ao que importa. Por que participar de uma comunidade pode mudar sua vida?

Conhecimento

Comunidades geralmente agregam pessoas com diversos níveis de conhecimento. A parte boa é que todo mundo pode ajudar no crescimento um do outro. Seja compartilhando um pouco do que sabe, tirando dúvidas ou até mesmo dando aulas para o grupo. Só vejo benefícios.

Colaboração

Tem uma ideia guardada na gaveta aí e não sabe como colocar pra frente? Compartilhe. Grandes colaborações podem surgir das comunidades. Geralmente as pessoas mais ativas nesses grupos estão sempre dispostas a contribuir com as ideias dos colegas.

Networking

Conhecer pessoas é essencial em qualquer meio de atuação. Se as pessoas conhecem você, seu trabalho e seu potencial de crescimento, com certeza você será lembrado em alguma situação. Networking pode te ajudar a alcançar vários objetivos, e até, quem sabe, trazer novas oportunidades de crescimento onde você não enxergava que existia.

Amizades

Melhor do que ter contados profissionais é ter amigos. Por juntar pessoas com interesses em comum, não é difícil de achar casos de amigos (e casais!) que surgiram em comunidades.

Eventos

Meetups, eventos, mesas redondas, confraternizações e qualquer outro nome que você queria dar pras reuniões, são comuns para as comunidades mais ativas. Geralmente são organizadas periodicamente, e a melhor parte dos eventos é que eles têm o poder de reunir todas as coisas boas que eu já citei durante o texto. Quer mais algum motivo? 😉

Eu não sei onde você mora e por quais comunidades você pode se interessar, mas eu vou deixar algumas (últimas, prometo) dicas.

  • Vasculhe o Meetup.com – lá você pode encontrar várias comunidades que já existem pertinho de você.
  • Faça uma busca nas redes sociais (facebook, twitter, instagram) – por serem plataformas mais conhecidas, quem sabe o grupo não existe só nesses meios?
  • Se não achou nada do seu interesse, que tal criar uma comunidade? Alguém tem que começar!

Espero, como falei lá em cima, que esse bocado de vantagem tenha acendido uma luzinha em você também.

Nos vemos nos próximos meetups? 😀

Comente

Meio poema, meio canção

“meio poema, meio canção – escritos de bolsos que cabem no coração” é meio livrinho, meio zine. É, na verdade, um compilado de amor em forma de publicação impressa.

meio poema meio canção

Tudo começou quando uma dupla de criação, aqui mesmo de João Pessoa (PB), virou uma dupla fora da agência e além dos projetos publicitários para os quais trabalhavam. Juntas, Aline Beuttenmüller (ilustradora) e Candy Ferraz (redatora), tiraram da gaveta os cadernos antigos e coletaram textos e ilustrações para dar forma ao livrinho que tem cerca de 40 páginas e fala sobre amor.

meio-poema-meio-cancao-midiadrops-3

meio-poema-meio-cancao-midiadrops-4

Com ilustrações e frases escritas a mão, a publicação mostra uma das principais intenções da dupla que é resgatar a importância das criações feitas a mão e projetar também o resultado na internet – porque, para elas, sentimento bom é sentimento compartilhado.

meio-poema-meio-cancao-midiadrops-2

Para celebrar e lançar o livro, as meninas esperam vocês no Café Empório, nesse domingo (23/08), a partir das 18h. Lá vai rolar a primeira venda do material – a singelos R$10 – além de sorteio de pôsteres e discotecagem por Pig. Saiba mais e confirme a sua prensença clicando aqui.

Se você não mora por aqui, não precisa chorar! Em breve vai existir uma loja virtual para venda do “meio poema, meio canção”.

Não esqueça também se seguir o projeto no Instagram e acompanhar tudo de lindo que acontece por lá.

 

Comente

Jampa Jam 2015

Acontece neste fim de semana, aqui em João Pessoa – PB, o Jampa Jam 2015, iniciativa local ligada ao Global Service Jam.

Jampa Jam 2015

Para quem não sabe, o Global Service Jam é um encontro entre “pessoas que gostam de criar coisas”, que acontece simultaneamente em vários lugares do mundo desde 2011, e buscar desenvolver soluções/produtos/serviços a cerca e um tema secreto, divulgado apenas 24h antes do evento.

A intenção é reunir profissionais, entusiastas e curiosos, criando uma rede especial de networking, e claro, desenvolver um produto final interessante, que atenda a qualquer parte do mundo.

Posso participar do Jampa Jam?

Pode! Fique livre para participar caso você  se interesse por serviços e criatividade, tenha uma mente aberta e consegua trabalhar bem em equipe.  Não importa se você é iniciante, profissional, jedi, ou só um curioso.

Quando e Onde?

O Jampa Jam 2015 vai acontecer nos dias 28/02 e 01/03, lá no Departamento de Mídias Digitais (na UFPB – próximo a Caixa Econômica Federal).

Inscrições

Faça sua inscrição clicando aqui!

Se ainda restou alguma dúvida, visite o site oficial do Jampa Jam.

Caso você não seja da região, não fique triste! Consulte o site oficial e veja outros locais que vão aderir ao Global Service Jam – inclusive, com várias participações brasucas!

Comente

Confraria #01

Na última quarta feira (14/01) rolou a primeira edição da Confraria, festa com a participação de blogueiros da cidade, que contou com a presença do MidiaDrops.

CONFRARIA#01

A Confraria#01 aconteceu no Café Empório, um dos lugares mais lindos e badalados da cidade. Além do MD, rolou discotecagem com Felipe Matheus, do blog Atividade FM (responsável pela festa) e com Thales Balbino da Sem Réis, que também tem uma loja de camisetas lindas.

O repertório da noite ficou bem variado – fomos de indie rock, hip-hop, música eletrônica e pop! Trouxe para vocês animarem a semana uma playlist com as músicas da minha discotecagem… Esperem muito pop e algumas músicas antigas que eu aposto que vocês gostam de dançar!

Espero todos vocês na próxima! Tenham uma ótima semana.

 

Comente

#CPBR7

         Mais uma vez o Brasil foi o palco da Campus Party, o maior encontro de tecnologia na América Latina (quem não sabe ainda o que é acessa o site e descobre). Esse ano o evento foi novamente gigante: – 8 mil campuseiros – 5 mil barracas – 160 mil pessoas na área aberta ao público – 700 palestrantes – 500 horas de conteúdo em apenas uma semana – 18 KWA de energia consumida durante o evento – 180 chuveiros – 7 geradores.

                 Como sempre, muitas reclamações ficaram sobre o calor, o preço da alimentação lá dentro e o sono das noites mal dormidas na barraca. Mas depois dessa maratona de 7 dias acampando, ficou muita experiência e networking. Os contatos e aprendizados que um campuseiro faz em uma semana não existe em nenhum outro lugar ou evento do mundo, todo esse encontro de pessoas de diferentes lugares e diferentes áreas faz desse evento algo muito mais importante que brindes e prêmios.

                Mas a boa notícia é que quem perdeu a Campus tem a chance de pelo menos acompanhar as palestras gravadas, por isso vou postar as melhores que rolaram nesse ano:

              Essas foram algumas das melhores palestras das diversas áreas lá. Pra ver todas as outras é só entrar no canal da Campus Party no Youtube!

Comente